Nada


Nada

O nada é tão legal
Ele me faz bem
E é sensacional

Nada é tão perfeito
Que não possa estragar
Ou não tenha defeito

O nada é simplesmente
Algo que meche com a gente
E nos faz voar
Com pensamentos bobos a sonhar

Eu quero fazer nada
Desde o acordar até o anoitecer
O nada me faz forte só não me faz crescer

Do nada não posso tirar nada
Nada que me possa acontecer
Foi de algo que eu achei que era nada
Que vi meu coração estremecer

O nada que é nada
Às vezes pode ser tudo
Pode ser uma grande felicidade
Dentro do meu mundo

O nada às vezes é tão estranho
Que nada pode limitá-lo
O nada é algo irreal
Que vem mecher com o nosso real.


Autoras: Sandra, Thaís e Hemylly
  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • Twitter
  • RSS

3 Response to "Nada"

  1. atelier do arquiteto sérgio ramos says:
    27 de agosto de 2009 11:57

    Olá Sandra, bom dia!
    Que bom que gostou do meu blog, continue visitando e divulgando, ok?
    Quando tiver um tempinho, também acesse o site: www.atelierdoarquiteto.com.br

    abraços,
    Sérgio

  2. Kelson M. C. says:
    27 de agosto de 2009 23:56

    Muito lindo o poema de vcs!Parabens!BJOs!

  3. Diih says:
    28 de agosto de 2009 21:33

    rsrs ~~ gostei do poema meio confuso mas legal ^^
    adoreii seu blog tbm viu muito acolhedor

    ai obrigado pelo comentario viu !! to seguindo o seu tbm hemm

    bj manten contanto rsrsr:P

    >> esteja

Postar um comentário

Deixe sua opinião aqui!Pode dizer.. :)